Os governos do Botsuana, de Moçambique e do Zimbabué assinaram há dias um memorando de entendimento para a construção de uma linha de caminho-de-ferro que ligará os três países a um novo porto de mar, na costa moçambicana.

Moçambique - Linha de Machipanda

A nova linha terá uma extensão de 1 700 quilómetros, dos quais 1 500 serão em território do Zimbabué. O novo porto de mar será construído na Ponta Techobanine, no extremo sul de Moçambique, muito próximo da fronteira com a África do Sul.

O documento foi assinado em Bulawayo, no Zimbabué, pelos ministros dos Transportes e Desenvolvimento de Infra-estruturas do Zimbabué, Joram Gumbo, dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Carlos Alberto Mesquita, e dos Minerais, Energia e Recursos Hídricos do Botsuana, Onkokane Kitso Mokaila, noticia o “Chronicle”.

Segundo o acordo, cada país aportará 200 milhões de dólares ao projecto, que dada a sua dimensão deverá ser desenvolvido ao abrigo de uma parceria público-privada.

Joram Gumbo disse esperar que este projecto melhore a distribuição do tráfego regional, aumente a integração regional e a cooperação
internacional e seja mais uma peça numa rede regional de transportes.

A nova linha de caminho-de-ferro deverá, de acordo com os intervenientes, facilitar os investimentos na exploração mineira, na logística e na indústria.

Comments are closed.