O segundo cais de cruzeiros do Funchal, localizado junto ao centro da cidade, deverá ficar concluído em Março e começar a operar em Setembro, avançou a presidente da APRAM ao “Jornal da Madeira”.

Construído a partir do depósito de inertes resultante do temporal que assolou a ilha em Fevereiro de 2010 (uma opção polémica à altura), o novo terminal disporá de uma frente de cais de 300 metros para a operação de navios oceânicos, e de uma marina.

A obra, contratada por 17,5 milhões de euros, foi confiada em Dezembro de 2012 ao consórcio Somague-Etermar. Os trabalhos deveriam prolongar-se por 18 meses e o prazo será cumprido, tudo indica.

Terminados os trabalhos de construção, faltarão as inspecções e verificações técnicas e o aval final do IMT para que o novo cais possa começar a operar. O que deverá acontecer em Setembro, acrescentou Alexandra Mendonça.

Além da maior proximidade ao casco urbano do Funchal, a nova infra-estrutura vem resolver, ou pelo menos minorar, a falta de espaço do porto para receber todos os navios cruzeiros nos picos de procura.

O Funchal é tradicionalmente o maior porto nacional de cruzeiros mas foi destronado por Lisboa nos últimos dois anos.

 

Tags:

Comments are closed.