O presidente panamiano, Juan Carlos Varela, anunciou que a inauguração da ampliação do Canal do Panamá ocorrerá em Maio.
Canal do Panamá

O anúncio foi feito no discurso à nação na Assembleia Nacional, cerimónia que marca o início da segunda sessão legislativa, correspondente ao segundo ano de mandato.

No discurso, Juan Carlos Varela afirmou que solicitou “aos empreiteiros do projecto de ampliação” para dialogarem com a Autoridade do Canal do Panamá (ACP) com o objectivo de “concluir as obras, deixar as reclamações legais nas mão das instâncias competentes e evitar os diferendos mediáticos que em nada contribuem para a imagem dos adjudicatários, da ACP e da República do Panamá”.

Os problemas nos prazos de pagamento aos empreiteiros podem estar a ter mais influência no adiamento da inauguração da expansão do Canal do Panamá do que as obras para a resolução das fendas no betão de uma das novas eclusas no lado Pacífico do projecto.

Inicialmente prevista para Outubro de 2014, a inauguração já sofreu sucessivos adiamentos. Se segundo a ACP o cuidado com a segurança é o único motivo, já o consórcio construtor, o Grupo Unidos pelo Canal, alega que não recebeu a totalidade dos pagamentos pelos serviços prestados.

A obra de expansão do canal do Panamá, avaliada em 5,8 mil milhões de dólares, estará já concluída a 95%, de acordo com a ACP. Com a expansão, poderão atravessar o canal porta-contentores de até 13 000 TEU, contra os de 5 000 TEU actuais.

 

 

Comments are closed.