A ligação ferroviária Porto-Vigo em velocidade elevada é mesmo para fazer e poderá estar concluída em 2017-2018, reduzindo a 75 minutos a viagem entre as duas cidades.

“Temos a absoluta confirmação do compromisso do primeiro ministro português com a modernização da ligação Porto-Vigo”, afirmou Xoan Mao, secretário-geral do Eixo Atlântico, após um encontro dos autarcas portugueses e espanhóis do Eixo Atlântico com Pedro Passos Coelho, em Lisboa.

Segundo aquele responsável, citado pela “Lusa”, será um comboio de “alta prestação que ligará as cidades do Eixo Atlântico de forma competitiva, com paragens nas principais cidades”.

Quanto ao prazo para a concretização da nova ligação, “calculamos que demore três anos, mas temos que ser muito optimistas”, disse, por seu lado, José Maria Costa, presidente da Câmara de Viana do Castelo e do Eixo Atlântico.

Os dois países vão entregar a Bruxelas um projecto de financiamento para a modernização da linha candidato ao quadro de financiamento em vigor a partir de 2014. No entanto, “ainda neste quadro comunitário vão começar algumas melhorias através da reprogramação do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN)”, acrescentou, salientando que o serviço vai melhorar em breve.

Segundo o autarca, a ligação será compatível com o transporte de mercadorias e de passageiros.

Actualmente uma viagem entre Porto e Vigo demora cerca de três horas e quinze minutos e espera-se que com a modernização passe a demorar duas horas. Contudo, adiantou, no final da obra, em 2017 ou 2018, será possível que demore apenas 75 minutos, de acordo com o estudo do Eixo Atlântico.

O Eixo Atlântico integra 34 cidades do Norte de Portugal e da Galiza, que representam um total de cerca de quatro milhões de habitantes.

Comments are closed.