A Ocean Alliance anuncia o arranque do seu “Day Two Product”, que mantém o número de serviços mas reduz a capacidade face  à oferta inicial. Lisboa permanece de fora.

Um ano volvido sobre o arranque da aliança entre a CMA CGM, a Cosco, a OOCL e a Evergreen, e tal como anunciado em Dezembro do ano passado, a Ocean Alliance entra agora no “Day Two” (Product).

A nova oferta integra 41 serviços, operados por 331 navios, com uma capacidade agregada de 3,1 milhões de TEU.

Na comparação com a oferta inicial, a mudança mais notória é a redução da oferta de capacidade, em cerca de 500 mil TEU, que vai muito para além da descida do número de navios (cerca de uma dezena).

O número de serviços mantém-se, com novidades pontuais, nomeadamente na cobertura da Costa Leste dos EUA e na melhoria das ligações da Ásia ao Mar Vermelho. Ao todo são seis serviços Ásia-Norte da Europa, quatro Ásia-Mediterrâneo, 20 Trans-Pacífico, cinco Ásia-Médio Oriente e dois Ásia-Mar Vermelho.

O que se mantém também é a ausência de Portugal entre os países com cobertura directa. A novidade do serviço transatlântico em Lisboa, no arranque da Ocean Alliance, foi “Sol de pouca dura”…

 

Os comentários estão encerrados.