A Plataforma Logística do Porto de Leixões tem mais um “inquilino”. A APDL anunciou a assinatura do contrato com a Olano, válido a partir de amanhã, dia 1.

A Olano Portugal, que se dedica à logística e transporte em temperatura controlada, ocupará um lote de 4 600 metros quadrados na Plataforma de Leixões, precisa o comunicado da APDL. O contrato é válido por 30 anos.

A empresa, que integra o grupo internacional de origem francesa Olano, tem já uma forte presença na Plataforma Logística da Guarda, o que é encarado como um valor acrescentado para este negócio, uma vez que a instalação na infra-estrutura portuária de Leixões permite “um alargamento do hinterland de influência da organização” e do porto.

“Foi com muita satisfação que firmámos este contrato e que vemos a nossa plataforma logística a cumprir a sua grande missão: optimizar as excelentes condições para a atracção e fixação de pólos logísticos e de distribuição no Porto de Leixões”, destaca a APDL, em comunicado.

Inaugurada em 2015, a Plataforma Logística do Porto de Leixões dispõe de uma superfície total de cerca de 60 hectares, distribuídos por dois pólos.

A Olano Portugal – Logística e Distribuição realizou em 2019 com um volume de negócios de 30,5 milhões de euros, a crescer 4% face ao ano anterior.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*