O operador logístico Olano vai investir este ano 7,5 milhões de euros na ampliação das suas instalações na Plataforma Logística de Iniciativa Empresarial (PLIE) da Guarda e criar 30 postos de trabalho.

Olano

O grupo Olano, que tem sede em Saint Jean de Luz, no País Basco francês, está instalado desde 2009 na PLIE da Guarda, onde já investiu 30 milhões de euros numa plataforma com capacidade para 60 mil metros cúbicos de frio.

O novo investimento, anunciado pelo director da Olano em Portugal, ocupará oito lotes da PLIE e aumentará em cerca de 50% a capacidade de frio. O número de trabalhadores subirá dos actuais 170 para 200. A frota de camiões afecta à actividade igualmente deverá crescer de 120 para 130.

João Logrado anunciou os investimentos na cerimónia de assinatura de um contrato com a Câmara Municipal da Guarda para a concessão de uma rua da PLIE, pelo valor mensal de 500 euros. O acordo, com o seu quê de inédito, é justificado porque a Olano tem instalações em ambos os lados da rua mas, para cumprir os regulamentos da sua actividade, não pode ter interferências exteriores daí que, “a única solução, é vedar a rua”.

 

Os comentários estão encerrados.