A ONE anunciou que vai criar sobretaxas de combustível de emergência. A companhia japonesa junta-se, assim, a gigantes do sector, como a Maersk, a MSC e a CMA CGM.

 

As sobretaxas de combustível começarão a ser cobradas pela ONE a partir de 1 de Julho, com valores entre 20 e 60 dólares (17 a 51 euros)/TEU. A companhia implementará as sobretaxas em todas as rotas, excepto nas da China Continental, seguindo o exemplo da política de sobretaxas da Maersk.

O grupo nipónico irá, porém, diferenciar-se da concorrência ao impor taxas variáveis para as diferentes rotas comerciais e excluir os clientes que concordaram com um mecanismo flutuante de cálculo BAF nos respectivos contratos.

“A ONE sentiu uma inflação progressiva e significativa dos custos de combustível nos últimos meses. Os preços do bunker aumentaram mais de 25% durante 2018 e poderão aumentar ainda mais”, informa a companhia numa carta aos clientes.

“Esse aumento continuado nos custos de combustível afectou muito a nossa estrutura de custos”, continua a missiva. “A situação de escalada dos custos atingiu agora o ponto em que a ONE é forçada a responder com um ajuste na nossa abordagem aos componentes de preços relacionados com o bunker”, conclui a nota.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.