A Orient Overseas (International) Limited (OOIL), holding da OOCL regressou aos lucros no primeiro semestre de 2019.

A OOIL é a holding da OOCL

A OOIL fechou a primeira metade do ano com lucros de quase 139 milhões de dólares (125 milhões de euros). Este valor compara com o prejuízo de 10,3 milhões (9,2 milhões de euros) do período homólogo de 2018.

As receitas totais do grupo sediado em Hong Kong subiram para 3,3 mil milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros), contra 3,1 mil milhões (2,7 mil milhões de euros) de Janeiro a Junho do ano passado.

Comparado com o primeiro semestre de 2018, os volumes da OOCL aumentaram 3,2% e os níveis de receita subiram 6,5%. O crescimento do mercado desacelerou em algumas rotas, mas em muitos casos essa desaceleração foi superada por uma melhoria nos preços dos fretes, de acordo com a companhia, apesar do aumento médio de 3% nos custos de bunker face ao período correspondente do ano passado.

Em Abril último, a OOIL fechou um acordo para vender o Long Beach Container Terminal a um consórcio liderado pelo Macquarie Infrastructure Partners. O desinvestimento nas operações de terminais faz parte da estratégia da chinesa COSCO Shipping Holdings para a OOIL, após ter comprado este último grupo por 6,3 mil milhões de dólares (5,6 mil milhões de euros).

No primeiro semestre de 2019, a OOCL não recebeu nem encomendou novos navios.

 

Comments are closed.