A quinta geração da Opel Combo está a ser lançada em Portugal. A versão de mercadorias chega em Novembro e a de passageiros (Combo Life) ainda neste mês de Outubro.

Opel Combo chega a Portugal em Outubro e Novembro

O novo modelo é, também, produzido na fábrica da PSA em Mangualde, no seguimento da aquisição da Opel pelo grupo francês em Agosto de 2017. A Opel Combo é, assim, mais um membro do K9, nome de código do projecto da nova geração de Peugeot Partner e Citroën Berlingo.

Os três modelos são baseados numa nova plataforma derivada da EMP2 e estão disponíveis em dois comprimentos de carroçaria e versões de mercadorias e de passageiros (com cinco ou sete lugares).

Furgão com dois motores diesel

A Opel Combo Cargo pode transportar duas europaletes e, dependendo da versão, até 4,4 m3 de espaço de carga. A carga máxima é de 1 000 kg.

Em termos de motorização, a oferta é assegurada por dois motores turbodiesel, um 1.6 com 75 ou 110 cv e um 1.5 de 130 cv. A versão mais potente está disponível com caixa manual de seis velocidades (o motor 1.6 tem caixa manual de cinco marchas) ou, pela primeira, vez na combinação associada a uma transmissão automática de oito velocidades.

O consumo de combustível (WLTP convertidos para NEDC) combinado situa-se, segundo a Opel, entre 4,2 e 4,4 l/100 km e as emissões de CO2 entre 109 e 116 g/km.

Quanto a preços, a Opel Combo 1.6 Turbo D com 75 cv custa entre 20 310 e 22 260 euros e a de 100 cv entre 21 110 e 22 060 euros. Já a variante com motor 1.5 turbodiesel custa 24 460 euros com caixa manual e 26 760 euros com transmissão automática.

Recorde-se que as empresas podem deduzir o IVA das viaturas de mercadorias.

Versão de passageiros com gasolina

No caso da Opel Combo Life, a variante de base, com carroçaria standard e cinco lugares, oferece uma bagageira com capacidade a partir de 597 litros. O compartimento de bagagens da variante mais longa tem capacidade mínima de 850 litros. Com os bancos traseiros rebatidos, a capacidade de carga da variante standard mais do que triplica, para 2 126 litros, e a da variante mais longa ascende a 2 693 litros .

Debaixo do capô, o modelo monta motorizações 1.5 turbodiesel e 1.2 a gasolina. O motor diesel pode ter 75, 100 ou 130 cv. Os dois menos potentes têm acoplada uma caixa manual de cinco velocidades e o mais potente pode ter caixa manual de seis ou automática de oito marchas. Quanto ao bloco a gasolina, em Portugal é proposto com 110 cv (caixa manual de seis velocidades).

O consumo de combustível (WLTP convertidos para NEDC) combinado no motor diesel situa-se, segundo a Opel, entre 4,1 e 4,3 l/100 km e as emissões de CO2 entre 110 e 116 g/km. No bloco a gasolina é indicado um consumo médio de 5,5 l/100 km e emissões de 125 g/km de CO2.

No que se refere aos preços em Portugal, o motor a gasolina varia entre 22 990 e 24 590 euros. Já o diesel, custa 26 040 euros com 75 cv, 26 590 a 28 190 euros com 100 cv e 28 950 a 31 890 euros com 130 cv.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.