A Opel lançou no mercado português o Vivaro Combi, versão de passageiros do furgão médio da marca alemã do grupo PSA.

O Opel Vivaro Combi, tal como os “primos” Peugeot Expert e Citroën Jumpy, é proposto em três comprimentos de chassis, L1 de 4,6 m, L2 de 4,95 m e L3 de 5,3 m. Todos disponibilizam nove lugares e têm uma altura de 1,9 m, com a maioria das variantes a poder, assim, aceder a estacionamentos subterrâneos.

O modelo é proposto com dois motores turbodiesel em quatro níveis de potência. O 1.5 diesel pode ser encomendado com 102 ou 120 cv e o 2.0 diesel com 122 ou 150 cv. Todos são propostos com caixa manual de seis velocidades, com excepção para 2.0 diesel de 122 cv, que tem transmissão automática de oito velocidades. Todos os motores têm tecnologia de pós-tratamento de gases de escape com sistema de redução catalítica seletiva (SCR) e cumprem a norma Euro 6d-TEMP.

Preços desde 30 031 euros

Os preços começam nos 38 030,04 euros (IVA incluído,) para a variante Vivaro Combi L1, de 4,6 m de comprimento (capacidade máxima de bagagem de 3,6 m3 com as duas filas traseiras rebatidas). Os bancos do condutor e passageiro da frente são ajustáveis em quatro posições, enquanto o banco da segunda fila (amovível sem ferramentas, se necessário) possui fixações Isofix para os passageiros mais jovens.

Na variante L2, de 4,95 m de comprimento, disponível a partir de 38 520,04 euros, a capacidade da bagagem cresce para 4,2 m3. Esta capacidade aumenta para 4,9 m3 na variante L3, com 5,3 m de comprimento, a partir de 40 579,29 euros.

Para além da porta deslizante do lado do passageiro (de série), a adopção de uma porta deslizante do lado do condutor (opcional) facilita o acesso à área reservada aos passageiros. Na parte traseira, os clientes podem optar entre portas duplas (de abertura a 180 graus) em alternativa ao portão traseiro, sendo este último equipado de série sem custos adicionais.

 

Comments are closed.