O grupo Paccar, dono das marcas DAF, Peterbilt e Kenworth, apresentou no salão CES, em Las Vegas, o Kenworth T680 com autonomia de nível 4.

O Kenworth T680 está equipado com três radares LiDAR de dois fornecedores diferentes, complementados por três radares e seis câmaras para detectar os objectos ao seu redor na estrada. Com uma autonomia de nível 4, o veículo sofreu algumas modificações em relação à versão base, integrando um sistema de navegação por satélite de alta definição, com precisão de centímetros, além de um software de condução autónoma, que regista até 1 TB de dados por hora de condução.

Este camião Kenworth T680 é também equipado com equipamento mecânico redundante, permitindo que funcione em caso de falha do sistema principal, e tem um alternador de alta capacidade melhorado, além de um sistema de travagem pneumático com controlo electrónico.

A Paccar não antecipa, no entanto, o lançamento comercial do modelo nos próximos cinco anos.

Num âmbito mais imediato, a Kenworth apresentou uma versão eléctrica do K270, um camião de classe 6 de tonelagem média com cabine curta para distribuição local ou regional. Este modelo será comercializado este ano com uma autonomia de 100 a 200 milhas (160 e 320 km). As baterias do K270E podem ser recarregadas em menos de uma hora e também alimentarão o K370E, camião de classe 7.

A Paccar apresentou ainda no CES o Peterbilt 520EV, camião eléctrico que está em testes em alguns clientes do construtor. Trata-se de um veículo de recolha de resíduos urbanos com uma autonomia de cerca de 160 km, com o recarregamento das baterias a durar quatro horas. Por isso, pode estar operacional durante o dia, de acordo com o fabricante, que pretende comercializar o modelo em 2021.

 

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*