O novo terminal logístico da Repsol em Sines deverá começar a operar em Setembro, permitindo à petrolífera espanhola armazenar o combustível que passará a receber directamente através do porto alentejano.

Porto de Sines

 

“Estamos neste momento a finalizar um grande investimento na zona de Sines, onde vamos pôr em funcionamento um novo terminal logístico para recepção de produto, com ligação directa ao porto de águas profundas de Sines”, disse à “Lusa” o presidente da Repsol em Portugal, durante uma visita à exposição ‘O mundo da energia – sabias que…’”, patente em Alcântara (Lisboa).

O novo terminal representa um investimento de cerca de 30 milhões de euros e consiste, no essencial, num parque de tancagem com capacidade para armazenar 100 milhões de litros de gasóleo, com ligação directa por pipeline ao terminal petrolífero de Sines.

Com este terminal, a Repsol passará a poder abastecer-se directamente das suas refinarias em Espanha, ou através de compras no mercado internacional, deixando de depender da capacidade de refinação da Petrogal para fornecer os seus cerca de 400 postos de abastecimento no mercado nacional.

A Repsol já investiu aproximadamente mil milhões de euros em Portugal”, nas diversas áreas de negócio (da exploração, à produção e distribuição) e mantém um plano de investimentos de cerca de 15 a 20 milhões de euros anuais em Portugal, essencialmente “com perfil orgânico”, de manutenção do negócio, referiu ainda António Calçada de Sá.

Comments are closed.