O concurso da requalificação do parque da camiões TIR de Vilar Formoso será lançado, no máximo, até Novembro de 2020, anunciou a ministra da Coesão Territorial.

A obra inscreve-se no programa de revitalização da fronteira de Vilar Formoso, que está a ser estudada por um grupo de trabalho agora liderado pela ministra Ana Abrunhosa.

“Em Janeiro lançaremos o procedimento para o projecto de requalificação do Parque TIR […] e depois esperemos que para Março/Abril possamos ter o projecto de arquitectura e de especialidades feito, para que a Infraestruturas de Portugal lance o procedimento da obra e, no máximo em Outubro/Novembro, lance o concurso para a obra do parque”, anunciou a ministra, em Almeida, no final de mais uma reunião do grupo de trabalho interministerial.

O parque de camiões TIR situa-se na fronteira, com uma parte em Portugal e outra em Espanha.

As obras de requalificação “envolvem algumas vias e uma rotunda” e, por isso, a Infraestruturas de Portugal está a “discutir uma ligação à A25” que unirá Vilar Formoso à fronteira, ou seja, é necessária uma articulação com a
concessionária, que também fará a ligação à Autoestrada 62, que vai até Salamanca, em Espanha.

Esta construção do troço final da A25 está prevista para o final de 2020, segundo o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado.

Na reunião, no Edifício da Alfândega em Vilar Formoso, estiveram presentes, além da ministra Ana Abrunhosa, os dois secretários de Estado da sua tutela (Desenvolvimento Regional e Valorização do Interior), a secretária de Estado do Turismo, o secretário de Estado das Infraestruturas e representantes de outras entidades, assim como os autarcas de Almeida e Vilar Formoso e do Ayuntamiento de Fuentes de Oñoro, Espanha.

This article has 1 comment

  1. Mas não é so a fronteira de Vilar Formoso que está abandonada há 30 anos, também a Fronteira do Caia (entre Elvas – Badajoz) no Alentejo, as 2 envergonham Portugal !!