Os transitários portugueses vão a votos a 21 de Março. Paulo Paiva, o actual presidente da Direcção da APAT, será candidato a um segundo mandato, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS.

O prazo para a apresentação de listas às eleições na associação dos transitários terminou ontem, sem que surgisse qualquer candidatura. E assim sendo, será a actual Direcção a propor uma lista de candidatos para o próximo mandato.

Como em equipa que ganha não se mexe, o novo elenco directivo deverá manter-se praticamente imutável, liderado por Paula Paiva, que assim cumprirá o seu segundo mandato (os estatutos da APAT limitam o exercício da Presidência a três mandatos).  A Direcção ainda em funções integra ainda, como vice-presidentes, Daniel Pereira, Luís Paupério, Joaquim Pocinho Sebastião Figueiredo.

Como presidente executiva, um cargo não electivo mas ainda assim sufragado com a eleição dos órgãos sociais, manter-se-á Joana Nunes Coelho.

NOTÍCIA CORRIGIDA onde se referia que Paulo Paiva cumpriria o segundo e último mandato por imposição dos Estatutos.

 

Comments are closed.