A comissão de peritos nomeados pelo governo irlandês para analisar a proposta da IAG para comprar a Aer Lingus recomendará aceitar a oferta.

Aer Lingus

A notícia foi avançada ontem pelo “Sunday Times”, citando uma fonte da alta esfera do Executivo de Dublin.

O relatório da comissão poderá ser apresentado num prazo de três semanas, mas antes disso é necessário que a Ryanair aceite vender a sua participação. A low-cost irlandesa tem recorrido aos tribunais para contestar a decisão da Autoridade da Concorrência do Reino Unidos que a obriga a reduzir, de 29,8% para menos de 5%, a participação que detém na Aer Lingus.

Um porta-voz da Ryanair já disse que o conselho de administração da empresa considerará qualquer oferta “quando se fizer, se se fizer”. Em Março, a companhia low cost solicitou detalhes dos planos da IAG para a Aer Lingus, nomeadamente sobre os “remédios” para as questões da concorrência, antes de decidir o que fazer com a sua posição.

A IAG efectuou, em Janeiro, mais uma proposta (a terceira) para comprar a Aer Lingus, de que o Estado irlandês detém 25%. A oferta (de 2,55 euros por acção, estruturada num pagamento efectivo de 2,5 euros por acção e, adicionalmente, um dividendo ordinário de 0,05 euros por acção) avalia a companhia em 1,36 mil milhões de euros. Dublin recusou, em Fevereiro, a proposta, mas solicitou informações adicionais sobre o crescimento das rotas transatlânticas da Aer Lingus e sobre as ligações dos aeroportos do país a Heathrow.

 

 

 

 

 

Comments are closed.