A PIL, a PSA International e a IBM realizaram com sucesso um teste à tecnologia blockhacin para rastrear o movimento de mercadorias entre Chongqing (China) e Singapura.

Os parceiros acreditam que agora há evidências suficientes para mostrar que o conceito pode ser levado para o próximo estágio.

O raio de acção da plataforma blockchain será ampliado e PIL, PSA International e IBM pretendem envolver mais participantes de toda a cadeia de abastecimento.

“Estamos altamente comprometidos com essa ideia, porque acreditamos que a aplicação mais ampla de blockchain na cadeia logística e no transporte marítimo levará a uma maior eficiência operacional, segurança e transparência. É o futuro da nossa indústria”, afirmou, citado pela assessoria de imprensa, o director-geral da PIL, Teo Siong Seng.

 

Comments are closed.