O porto grego do Pireu movimentou no ano passado 1,68 milhões de TEU, número que compara com os 878 083 TEU de 2010. Apesar da crise e da contestação social.

Para o sucesso do porto da capital foi determinante a acção da Cosco Pacific, a muito contestada (à altura) concessionária do Piraeus Containter Terminal. Por ali passaram, em 2011, 1,18 milhões de TEU, 73% mais do que no exercício anterior.

A Cosco Pacific pagou em 2008 cinco mil milhões de dólares pela concessão, por um período de 35 anos, e aposta em transformar o porto grego num importante hub de transhipment e numa porta de entrada das cargas chinesas na Europa.

Os planos do operador passam por aumentar a capacidade até aos 3,7 milhões de TEU anuais.

O segundo terminal de contentores do Pireu, inaugurado em Junho de 2010 e operado pela administração portuária, movimentou, por seu turno, 500 133 TEU, mais 55% que no período homólogo anterior.

Comments are closed.