O porto grego do Pireu movimentou 3,16 milhões de TEU no ano passado, e com isso ascendeu ao terceiro lugar do ranking dos portos do Mediterrâneo.

Na génese deste crescimento acelerado está o desenvolvimento da Piraeus Container Terminal, uma subsidiária da chinesa Cosco que em 2008 assumiu a concessão dos terminais I e III do principal porto grego.

Em 2012, a companhia cresceu 70% e em 2013 terá avançado mais 20% até aos 2,52 milhões de TEU.

O Terminal I, gerido pela Autoridade Portuária, cresceu 3% para os 644 mil TEU.

Mas a Cosco não pretende ficar por aqui. Em Setembro do ano passado anunciou um novo investimento de 230 milhões de euros, a aplicar num prazo de sete anos na ampliação do Terminal III. E com isso, o Pireu tornar-se-á o maior porto do Mediterrâneo em termos de capacidade de movimentação de contentores, com 6,2 milhões de TEU.

Para já será o terceiro do ranking na movimentação de caixas, só superado pelos portos espanhóis de Algeciras e Valência.

 

Comments are closed.