Os investimentos da Yilport nos terminais de contentores de Leixões e Alcântara vão ser co-financiados pelo Fundo Europeu de Investimentos Estratégicos (FEIE), mais conhecido por Plano Juncker.

 

O Banco Europeu de Investimento (BEI), o braço financeiro da Comissão Europeia para o FEIE, aprovou um financiamento de 40 milhões de euros para o investimento candidatado pela Yilport Ibérica.

A candidatura apresentada pela holding ibérica do grupo turco prevê um investimento de 95 milhões de euros a aplicar no aumento da capacidade dos terminais de contentores de Leixões, concessionado à TCL, e de Alcântara (Lisboa), concessionado à Liscont.

Os investimentos previstos passam pela aquisição de novos equipamentos de movimentação de cargas e por melhorias no layout dos terminais ao nível da movimentação / parqueamento de contentores, acessibilidades terrestres, etc..

Em Leixões, estará iminente o arranque das obras de expansão do terminal de contentores Sul. Já em Lisboa, os trabalhos estarão ainda dependentes da renegociação do contrato de concessão do terminal de Alcântara.

Em Fevereiro, a Yilport Holding anunciou planos de 240 milhões de euros para os seus dois principais terminais em Portugal.

 

Este artigo tem1 comentário

  1. luis pereira

    Parabéns aos turcos da Yilport e mais 1 vez já não têm conta vergonha para a MINISTRA DO MAR, que não consegue renegociar as concessões dos terminais de contentores com as concessionárias com 1 enorme prejuízo para as mesmas diminuindo e atrasando de forma dramática a competitividade face aos terminais espanhóis, por favor, enviem a MINISTRA embora já, passaram 2 anos e a senhora só faz propaganda ao melhor estilo dos 2 JAMAIS : MÁRIO LINO E JOSÉ SÓCRATES, que 2 vergonhas