A partir de 1 de Julho, as portagens para camiões alemãs abrangerão todas as estradas federais, até um limite de 40 mil quilómetros, anunciou o governo germânico.

Esta extensão acresce aos 15 300 quilómetros de auto-estradas em que os pesados de mercadorias já são portajados no país.

A Toll Collect, companhia que gere o pagamento das portagens, estima que 30 mil novos utilizadores e 140 mil novos veículos, tanto alemães como estrangeiros, serão afectados pela medida.

A inclusão das novas estradas no sistema de portagens significará um aumento nos custos de viagem na Alemanha de 73%, de acordo com cálculos divulgados recentemente pela Vatservices.

A mesma fonte indica que, além disso, todos os camiões estarão sujeitos, de acordo com a directiva da UE, à imputação de novos custos que, juntos, resultarão em aumentos nos valores das portagens. Para um camião Euro VI, os actuais 0,135 euros /km passarão a 0,187 euros/ km em 2019, de acordo com a Vatservices. Trata-se de uma subida de 38,51%.

Além disso, as autoridades federais alemãs anunciaram, em Março, que as concessionárias das vias não serão remuneradas, o que implicará um aumento adicional nos custos das portagens alemãs entre 3% e 4%, de novo segundo a Vatservices.

» Portagens alemãs chegam a mais 39 mil km de estradas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.