As portagens para os camiões vão aumentar substancialmente, a partir de Janeiro, na Alemanha e em França.

Alemanha e França sobem portagens para camiões

Na Alemanha, a subida dos custos dos transportadores poderá chegar aos aos 73%, desde logo por causa do aumento em 40 mil quilómetros da rede (actualmente cerca de 15 mil quilómetros) de estradas sujeitas a portagens.

Mas não só. Também o o novo método de cálculo das portagens, com a consideração de três componentes de custo, implicará um aumento de 38,51% das. A Vatservices, que fez os cálculos, dá como exemplo um camião Euro VI, que verá o custo por quilómetro subir dos actuais 0,135 para 0,187 euros no próximo ano.

Além disso, o governo alemão tomou a decisão de não efectuar pagamentos aos concessionários das vias, o que levará a um aumento adicional entre 3% e 4% dos custos para os transportadores.

Em França, os aumentos ficarão muito longe dos números estratosféricos da Alemanha, mas serão ainda assim os maiores dos últimos cinco anos.

De acordo com a Vatservices, o aumento médio rondará os 2,19%, com as receitas extra a financiar o novo plano de investimento em infra-estruturas de 700 milhões de euros (anunciado em 2016), bem como a compensar (entre 2019 e 2023) o congelamento das portagens que ocorreu em 2015.

Tags:

Os comentários estão encerrados.