Está tudo pronto para a primeira circulação de um comboio de mercadorias entre o porto de Barcelona e a fronteira francesa, sempre em linha UIC.

A colocação de um terceiro carril na linha de bitola ibérica que ligava o porto de Barcelona à estação de Figueras foi a solução adoptada para permitir a circulação ininterrupta de comboios de mercadorias entre o porto catalão e o território francês.

O percurso até à fronteira tem uma extensão total de 168 quilómetros. Desses, 92 correspondem à ligação em bi-bitola e os restantes integram já o traçado da linha de Alta Velocidade Barcelona-fronteira francesa.

A infra-estrutura está preparada para a circulação de comboios de mercadorias de até 750 metros.

O investimento realizado nesta ligação ascendeu aos 337 milhões de euros.

A ligação em bitola UIC do porto de Barcelona à fronteira com França é essencial para as aspirações do porto catalão em se afirmar como porta de entrada/saída de mercadorias para o Centro da Europa. Além disso, não por acaso, a APB está a instalar um porto seco em território gaulês.

Os comentários estão encerrados.