O novo Terminal Intermodal Centro, ex-Porto Seco de Azuqueca (de Henares) é o novo “ponta de lança” do porto de Barcelona para atacar a região de Madrid.

Porto Seco de Henares

A mudança de nome do porto seco tem a ver com a sua ampliação para o município vizinho de Yunquera de Henares. As novas instalações disponibilizaão terminais de vagão completo e instalações para o transporte de veículos, produtos siderúrgicos, químicos e granéis sólidos.

O projecto também poderá vir a contemplar um terminal para uma auto-estrada ferroviária (para o transporte de semi-reboques), com armazéns anexos e uma área segura para as mercadorias.

Actualmente, o porto seco de Henares dispõe de 9,5 quilómetros de vias férreas e capacidade para comboios com 1 500 metros de comprimentos. Tem ainda um parque de contentores cheios de 11 mil metros quadrados com capacidade para 610 TEU e uma zona com 3 800 metros quadrados para depósito de mais de 2 000 contentores.

O Terminal Intermodal Centro é um projecto público-privado. A Desarollos Logísticos Intermodales e a Gran Europa controlam 51,27% do capital social. O Porto de Barcelona detém 36,73%. O Porto de Bilbau possui 7% e o de Santander 5%.

Comments are closed.