2011 será, tudo o indica, um ano de forte aposta do Porto de Leixões no mercado brasileiro. Além da participação na Intermodal South America, a APDL anuncia agora a presença em duas mostras promovidas pela AICEP.

“O Porto de Leixões vai participar na mostra de produtos portugueses que a AICEP organiza em São Paulo e em Belo Horizonte, em Maio e Junho”, anunciou a APDL em comunicado.

“O Porto de Leixões vai aproveitar a iniciativa da AICEP para recolher novos clientes naquele importante mercado, de forma a manter a tendência de crescimento nos próximos anos”, acrescenta a administração portuária.

A participação naqueles dois eventos somar-se-á à presença na Intermodal South América, que se realizará entre 5 e 7 de Abril, em São Paulo. O Porto de Leixões costuma ter ali um stand próprio, numa parceria entre a APDL e os concessionários TCL e TCGL. Trata-se da maior feira de actividades logísticas da América Latina.

O interesse da APDL pelo reforço das ligações com o Brasil não é de agora e os dirigentes do Porto de Leixões não escondem a ambição de verem surgir linhas directas com os portos daquele mercado.

Também para este ano estava prevista a realização da conferência dedicada ao Brasil, no âmbito da conferência internacional “O Porto de Leixões e o Mercado Global”. A iniciativa, lançada no ano passado, previa quatro eventos, dedicados a outros tantos mercados. Realizaram-se já as sessões dedicadas aos PALOP e ao Magrebe. A sessão dedicada ao Báltico terá sido entretanto adiada. A do Brasil esteve desde início prevista para 2011, mas ainda sem data.

No ano passado, o Porto de Leixões movimentou 14,6 milhões de toneladas e acolheu 27 500 passageiros de cruzeiros. Este ano, os resultados de Janeiro terão sido muito bons, a avaliar pelas declarações de João Pedro Matos Fernandes, ontem, no Europarque, e também pelos números já divulgados pelo TCL, que teve naquele o seu melhor mês de sempre.

 

 

 

Comments are closed.