A Administração do Porto de Lisboa (APL) lançou ontem o concurso para a compra de uma lancha de pilotos, num investimento de 650 mil euros.

 

De acordo com o anúncio publicado em Diário da República, os potenciais fornecedores têm 35 dias para apresentar as respectivas propostas. E o vencedor terá 12 meses para entregar a embarcação.

Recentemente, e na sequência de um acidente que vitimou um dos pilotos do porto de Lisboa, veio a público a denúncia da Associação Nacional de Armazenistas, Comerciantes e Importadores de Cereais e Oleaginosas (ACICO) da situação de ruptura na frota de lanchas de pilotos do porto da capital, alegadamente com quatro das cinco embarcações avariadas, com prejuízo para o tráfego portuário.

Na altura, questionada a propósito no Parlamento, a ministra do Mar desmentiu a falta de meios, embora admitindo a inoperacionalidade de duas lanchas, e garantiu que “se faltassem [lanchas], seria feito já o investimento”, pois “existe capacidade para esse investimento”, nomeadamente no âmbito do Programa Operacional Mar 2020.

De acordo com a informação disponível no sítio da internet, o Porto de Lisboa dispõe de quatro lanchas de pilotos.

Comments are closed.