O porto de Luanda movimentou no primeiro trimestre do ano 1,48 milhões de toneladas, menos cerca de meio milhão de toneladas, ou 26%, que no período homólogo de 2017.

O resultado contrasta com o crescimento de 7% verificado no porto da capital angolana em todo o ano de 2017, face a 2016.

No ano transacto, Luanda movimentou 7,6 milhões de toneladas, o que representou um ganho homólogo de 513 mil toneladas.

Ao longo de 2017, foram 4 144 os navios a escalar Luanda (menos 478 face a 2016), sendo 633 de longo curso e os restantes de cabotagem.

Agora, no primeiro trimestre de 2018, o porto recebeu 883 navios (menos 193), dos quais 130 de longo curso.

Os números foram divulgados pela Porto de Luanda no decurso de um encontro que visou a apresentação da solicitação de adesão formal da empresa ao Pacto Global das Nações Unidas.

Investimentos de 13,8 milhões

A empresa gestora do porto angolano já investiu este ano mais de 13,8 milhões de dólares na melhoria das infrsa-estruturas, nomeadamente na continuação da construção de um cais com 260 metros de comprimento (oito milhões de dólares), em dragagens (2,8 milhões) e na instalação de duas rampas flutuantes (2,9 milhões de dólares).

O cais, que está a ser construído desde 2016, irá permitir, quando concluído, a atracação em simultâneo de 12 navios de pequeno e médio porte e dois navios ro-ro.

Comments are closed.