Iniciar-se-ão em meados de Maio as dragagens que permitirão ao porto de Maputo, Moçambique, receber navios com calados de até 14,2 metros.

Moçambique - Porto de Maputo

Os trabalhos serão realizados pela Jan de Nul, companhia de dragagens com sede no Luxemburgo, e durarão dez meses. O investimento previsto, a cargo da MPDC, a concessionária do porto moçambicano, é de 115 milhões de euros.

A MPDC conta com a dragagem do canal de acesso ao porto para atingir o objectivo de chegar aos 40 milhões de toneladas/ano no final da concessão, afirmou a propósito o CEO da empresa, Osório Lucas.,citado num comunicado de imprensa.

Em 2010/11, uma primeira dragagem permitiu aumentar os fundos do canal de acesso, de -9,4 para -11 metros. Desde então, o movimento de mercadorias no porto passou de 12 milhões para 19 milhões de toneladas, em 2014.

Agora, com os novos fundos, o porto de Maputo poderá ser demandado por navios com 14 metros de calado e 80 mil toneladas TDW, tornando-o mais competitivo no mercado regional.

Recentemente, o porto da capital moçambicana ganhou um novo terminal graneleiro e viu o ser terminal de contentores ampliado. Ainda este ano deverão ser reabilitados mais três postos de atracagem.

 

Comments are closed.