O porto de Maputo recebeu esta semana o maior navio que alguma vez atracou nos portos moçambicanos. Outros, maiores, poderão seguir-se-lhe assim sejam realizadas as dragagens de aprofundamento do canal.

Porto de Maputo

O porto de Maputo, capital de Moçambique, recebeu esta semana o Golden Kathrine, um navio graneleiro com um peso bruto de 93 237 metros e capacidade para transportar 80 mil toneladas de carga, anunciou a MPDC, que gere aquela infra-estrutura.

A escala do Golden Kathrine no porto de Maputo (só possível graças ao aprofundamento do canal de acesso ao porto, entre 2010 e 2011, de -9,4 para -11 metros) é ainda um caso único mas poderá tornar-se recorrente assim estejam concluídas as dragagens previstas para arrancarem em Maio.

Os trabalhos decorrerão durante 10 meses e aumentarão a profundidade do canal para -14,3 metros. “Os trabalhos de dragagem vão custar 115 milhões de dólares (cerca de 102 milhões de euros) e vão tornar o porto de Maputo mais competitivo no mercado regional e internacional”, assinala o comunicado da concessionária.

 

Comments are closed.