O porto de Maputo, Moçambique, movimentou 21 milhões de toneladas no ano passado, superando o recorde de 2018, informou a sociedade gestora MPDC.

Porto de Maputo cresceu 8% em 2019

No ano findo, o porto de Maputo cresceu 8%, face aos 19,5 milhões de toneladas registados em 2018, essencialmente devido ao aumento da movimentação de crómio e contentores.

O comunicado divulgado pela MPDC revela que o crómio foi responsável por 30% de toda a carga processada, com 6,4 milhões de toneladas a chegarem ao porto por rodovia. tendo 6,4 milhões ou 82% do total chegado ao porto
da capital moçambicana por estrada. “No entanto, o esforço conjunto empreendido pela empresa Portos e
Caminhos-de-Ferro de Moçambique, a empresa ferroviária sul-africana TFR e o porto de Maputo continua a produzir resultados positivos na obtenção de um maior equilíbrio entre a carga rodoviária e ferroviária”, refere o texto.

Nos contentores, o crescimento homólogo atingiu os 53%, com a movimentação de 162 mil TEU, “consequência da expansão do terminal de contentores e duma estratégia de marketing arrojada”, sustenta a MPDC.

O porto tem em curso dragagens e obras de reabilitação dos cais (“a primeira fase será entregue em Maio de 2020 e a segunda fase em Julho de 2020”) que permitirão fundos de -16 metros e uma maior frente para atracação de navios. Com isso, a MPDC espera manter este ano o crescimento da actividade.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*