A Autoridade Portuária de Roterdão equaciona a utilização de camiões eléctricos para o transporte de contentores na envolvente portuária.

O Porto de Roterdão está a estudar, em conjunto com a associação de transportadores rodoviários holandesa TLN (Transport en Logistiek Nederland), maneiras de tornar mais sustentável o transporte de contentores. O uso de camiões eléctricos é a medida mais visível.

A análise já realizada concluiu que a compra de camiões eléctricos a bateria será atractiva a partir de 2024. A partir de então, a utilização de um camião eléctrico será, ao longo de toda a vida útil do veículo, mais barata do que uma unidade movida a diesel, segundo as partes.

Roterdão pretende ser um porto neutro em termos de CO2 até 2050 e, para isso, está a concentrar-se na transição energética no sector, mas também nas operações de logística portuária, como o transporte de cargas na zona portuária. O transporte rodoviário de contentores é um ponto fulcral, dado que, mesmo tratando-se de viagens curtas (menos de 30 km em média), ocorrem cerca de 12 mil todos os dias.

Esta estratégia enquadra-se na ambição de garantir que as viagens rodoviárias de curta distância relacionadas com o porto sejam livres de emissões até 2040. Além das emissões, o porto holandês destaca o menor ruído dos camiões eléctricos.

 

Comments are closed.