Dentro de três anos, o porto de Ponta Delgada disporá de 380 metros de cais e de mais espaço para parqueamento de contentores, prevê a Portos dos Açores.

O investimento será de 32 milhões de euros (sem IVA) e acresce aos quase nove milhões (também sem IVA) que a administração portuária está a realizar no reforço do molhe de protecção do porto, adiantou fonte da empresa em declarações ao “Correio dos Açores”.

A expansão da capacidade do porto passa pelo reperfilamento da testa cais numa extensão de 380 metros, que permitirá operar em simultâneo três navios porta-contentores. Ao mesmo tempo, será instalada uma rampa ro-ro no topo nascente do cais e os fundos serão melhorados para -10 e -12 metros.

A capacidade de parqueamento e movimentação dos contentores em terra será também melhorada, com o aumento do terrapleno portuário em 25 metros ao longo dos 380 metros de cais, e com a demolição do edifício “da Alfândega” (como é conhecido). Com isso, o espaço disponível passará dos actuais 21 500 para 34 300 metros quadrados, e a capacidade quase duplicará para até 2 000 TEU, com incidência nos contentores de 40″.

Ao mesmo tempo, a Portos dos Açores tem previsto o reordenamento do espaço portuário e o redesenho da rede de transportes no perímetro interior, de forma a melhorar a fluidez dos movimentos de mercadorias e reforçar a segurança de pessoas e cargas.

 

Os comentários estão encerrados.