Os portos espanhóis movimentaram 86 milhões de toneladas nos dois primeiros meses de 2018, mais 7% que no período homólogo de 2017, com Barcelona a impôr o ritmo.

O porto catalão começou o novo ano tal como terminou o anterior e no final de Fevereiro acumulou um ganho homólogo de 22,4%, com 10,6 milhões de toneladas processadas. Ao invés, Valência cresceu menos de 1% (com perdas em Janeiro) e vê perigar o seu segundo lugar no ranking espanhol e ibérico com 11,2 milhões de toneladas movimentadas.

Na frente mantém-se Algeciras. Ultrapassado o pior da crise da estiva, cresceu 10,8% em Janeiro e Fevereiro e somou 16,5 milhões de toneladas.

Entre os portos que constituem o segundo “pelotão” no país vizinho, destacou-se Bilbau, com um crescimento de 28,4%, enquanto Cartagena e Huelva perderam cerca de 2% cada.

Carga contentorizada em alta

De um modo geral, todos os tipos de carga contribuíram para o bom resultado dos portos espanhóis neste arranque de 2018. Destacou-se, porém, a carga contentorizada, com um acréscimo de 10,6% para os 29,2 milhões de toneladas.

A pior performance foi mesmo a dos granéis líquidos: 1,1% a mais, com 29,3 milhões de toneladas processadas. Os granéis sólidos fizeram 16,3 milhões de toneladas (mais 10,6%) e a carga geral fraccionada avançou 9,8% até aos 11,4 milhões de toneladas.

Barcelona cresce com transhipment

Barcelona volta a estar em destaque na movimentação de contentores. O porto da cidade condal contou 522 mil nos dois primeiros meses, o que representa um ganho homólogo de 21,3%. Sinal dos tempos, o transhipment cresceu ali 54% e valeu 198 mil TEU.

Valência permanece número um, com 772 mil TEU (mais 10,8%, sendo 417 mil TEU de transhipoment)), à frente de Algeciras, que no ano passado perdeu a liderança e que agora fez 751 mil TEU (mais 10,5%, 686 mil).

Las Palmas avançou 15,5% e contou 177 mil TEU, ficando assim mais próximo – mas ainda longe – de Sines no ranking ibérico (o porto português quebrou 17,6% e ficou na casa dos 256 mil TEU).

Juntos, os portos espanhóis movimentaram 2,6 milhões de TEU nos dois meses, mais 13,2% em termos homólogos.

This article has 1 comment

  1. luis pereira

    E Sines a ver passar os porta-contentores para os portos espanhóis e para Tanger com esta MINISTRA PORTUGAL VAI DE MAL A PIOR, A METER ÁGUA