Nos primeiros quatro meses do ano, os portos espanhóis movimentaram 149,9 milhões de toneladas, mais 8,8% que no período homólogo de 2011, divulgou a Puertos del Estado.

A carga contentorizada teve a melhor performance relativa, com um crescimento de 17,3% para os 52,9 milhões de toneladas, sendo que as mercadorias em trânsito avançaram 26,4% até aos 34,5 milhões de toneladas.

O movimento de contentores superou os 4,5 milhões de TEU (mais 7,7% em termos homólogos), com o transhipment a crescer 15,2% para os 2,5 milhões de TEU.

Algeciras destacou-sem entre os principais portos, com um crescimento de mais de 32% na movimentação de contentores, tendo superado os 1,2 milhões de TEU. Valência manteve a liderança, com 1,38 milhões de TEU, mas apenas avançou 0,26%. Barcelona caiu perto de 21% para os 549 mil TEU, e Las Palmas subiu 12% para perto dos 405 mil TEU.

Entre Janeiro e Abril, os portos espanhóis movimentaram também 29,1 milhões de toneladas de granéis sólidos (mais 17%), 49,2 milhões de toneladas de granéis líquidos (menos 1,4%) e 18,9 milhões de toneladas de carga geral fraccionada (mais 4,1%).

Algeciras confirmou-se como o maior porto espanhol, com um movimento global de 28,5 milhões de toneladas (mais 18,5%), muito à conta do tráfego de transhipment de contentores. Seguem-se-lhe Valência, com 20,9 milhões (mais 0,9%); Barcelona, com 13,8 milhões (menos 6,8%); Tarragona, com 11,8 milhões (mais 27,4%) e Cartagena, com 10,3 milhões (mais 52,9%).

Bilbau destacou-se pela negativa, ao perder um quarto das cargas, ficando-se no final de Abril por um acumulado de 8,7 milhões de toneladas movimentadas.

 

Os comentários estão encerrados.