Há 17 meses que o movimento de carga geral nos portos espanhóis não pára de aumentar, sublinha a Puertos del Estado. No primeiro trimestre movimentaram 41 milhões de toneladas, mais 4,7% que no período homólogo de 2010.

Os portos de Valência, Algeciras, Barcelona e Bilbau, os quatro maiores entre os 46 integrados na holding pública, movimentaram só por si 32,3 milhões de toneladas, ou 78% do total nacional.

Barcelona destacou-se, com um crescimento de 14%, para os 7,3 milhões de toneladas, ao passo que a Baía de Algeciras caiu 8% para os 9,8 milhões. Valência e Bilbau avançaram cerca de 9% cada, para os 13,1 milhões e os 2,2 milhões de toneladas, respectivamente.

Entre os portos que mais cresceram, no primeiro trimestre, em termos homólogos, contam-se Gijon, Cartagena (+41% para as 279 mil toneladas), Castellon (+30% para 438 mil), Huelva (+28% para 66 mil) e Pasaia (+28% para 603 mil).

Entre os que mais perderam, e para além do caso de Algeciras, destaca-se o porto de Tarragona, que cedeu 9,7% para cerca das 871 mil toneladas. A Baía de Cádiz perdeu 7,7% para as 492 mil toneladas.

Os números agora divulgados não incluem os resultados dos portos de Las Palmas e de Santa Cruz de Tenerife.

Comments are closed.