Pela primeira vez, os portos espanhóis superaram a fasquia dos 500 milhões de toneladas processadas num ano. Aconteceu em2015, sabe-se agora, fruto de um crescimento de 4%, que elevou o total das mercadorias processadas até aos 501,8 milhões de toneladas.

Tercat - Barcelona

O novo recorde supera o anterior máximo, fixado em 2007, imediatamente antes da crise, quando se atingiram 483,1 milhões de toneladas, de acordo com os dados da Puertos del Estado.

No ano passado, os portos espanhóis movimentaram 167,7 milhões de toneladas de granéis líquidos (um ganho homólogo de 4,3%), 96 milhões de toneladas de toneladas de granéis sólidos (mais 7,2%) e 224,3 milhões de toneladas de carga geral (mais 3%). Nesta última, a carga geral fraccionada avançou 4,9% até aos 65,4 milhões de toneladas, ao passo que a carga contentorizada aumentou 2,3%$ para 158,9 milhões de toneladas.

Algeciras confirma-se como número um

Algeciras continua a ser o primeiro porto do país vizinha em tonelagem movimentada, com um total de 98,2 milhões de toneladas no ano findo (mais 3,4% que em 2014). Mas Valência ficou agora ligeiramente mais perto, tendo crescido 4,6% e chegado aos 70 milhões de toneladas.

Barcelona mantém-se destacado no último lugar do pódio, com 46,8 milhões de toneladas processadas, mesmo se só cresceu 1,1% de 2014 para 2015.

Mais longe, um trio mantém luta acesa pelo melhor lugar no ranking. Tarragona fechou o ano com 33 milhões de toneladas (mais 3,5%) e com isso ultrapassou Cartagena, que caiu para o sexto lugar, com 32,7 milhões de toneladas processadas (mais 0,5%). À frente de Cartagena,e muito perto de Tarragona, colocou-se Bilbau, com 32,9 milhões de toneladas, consequência de um crescimento homólogo de 6%.

Comments are closed.