Depois da quebra de Abril, os portos espanhóis voltaram a crescer em Maio. No acumulado de 2019 ganham 1,8%, com 232 milhões de toneladas movimentadas.

Em Maio, o movimento de mercadorias nos portos espanhóis cresceu 4% em termos homólogos, e com isso o resultado anual voltou para cima da linha de água.

A carga geral destaca-se a crescer 4,4%, com 116.4 milhões de toneladas processadas nos primeiros cinco meses do ano: 82,4 milhões de toneladas de carga contentorizada (mais 3,9% em termos homólogos) e 33,9 milhões de carga fraccionada (mais 5,5%).

Os granéis líquidos avançam 3% até aos 77,1 milhões de tonelada.

A impedir maiores ganhos, os granéis sólidos recuam 7% para 38,5 milhões de toneladas.

Valência lidera ganhos

Entre os principais portos do país vizinho, Valência que é o mais ganha. Fechou o mês de Maio com um movimento de acumulado de 34 milhões de toneladas, 7,1% acima do realizado no mesmo período de 2018.

Algeciras continua número um, com 44,5 milhões de toneladas processadas, a crescer 2,9% em termos homólogos. Barcelona fecha o pódio, com 28 milhões de toneladas, mais 2% que há um ano.

Seguem-se Huelva, Tarragona e Cartagena, todos na casa dos 14 milhões de toneladas, mas com Huelva a crescer mais (6,7%) que Cartatena (4,5%), enquanto Tarragona repete o resultado de Maio 2018.

Contentores avançam 4,5%

O tráfego de contentores, medido em TEU, cresceu 4,5% nos primeiros cinco meses do ano, para um total de 7,3 milhões. Desses, 3,97 milhões respeitaram a tráfegos de transhipment.

Valência reforçou a liderança, com um ganho homólogo de 10% e praticamente 2,3 milhões de TEU contabilizados.

Algeciras avançou 7,4% até aos 2,1 milhões de TEU; e Barcelona ficou muito perto dos 1,5 milhões (mais 7,2%).

Em contraste, Las Palmas acumulou uma perda de 15,5%, com apenas 487 mil TEU processados.

 

 

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*