Os portos mundiais movimentaram 740 milhões de TEU em 2017, 6% mais que no ano anterior, de acordo com o relatório do Instituto de Transporte Marítimo Internacional de Xangai.

A entidade indica que o transporte marítimo de contentores global “esteve em constante retoma” em 2017 “à boleia da recuperação da economia global e do ambiente comercial”.

Os portos da China mostraram novamente o crescimento mais forte, particularmente os “portos acima de uma determinada escala”, que registaram um aumento de 9% na produção. Xangai subiu 8,2%, para pouco mais de 40 milhões de TEU, enquanto Ningbo-Zhoushan e Guangzhou cresceram 14,2% e 8,2%, respectivamente.

Os portos do Sudeste da Ásia não se saíram tão bem, tendo obtido um aumento de produção de 3%, com Singapura a ser a excepção pela positiva, com um aumento de 8,2%.

Em relação a outras regiões, os portos da Europa cresceram 5%, os dos EUA 7,4% e os de África 5,6%

Transhipment em queda

O Instituto de Transporte Marítimo Internacional de Xangai indica no relatório que o tráfego de contentores mundial deverá continuar a crescer em 2018, apesar da ameaça de uma guerra comercial com os EUA e a China.

A entidade indica, tal como outros especialistas, que a quebra no transhipment deverá continuar este ano. “Mais mercadorias seguirão por rotas directas para garantir a pontualidade e a eficiência do transporte, portanto, o número de contentores transbordados nos portos continuará a diminuir e a proporção de contentores vazios irá aumentar”, indica o relatório.

 

 

 

Os comentários estão encerrados.