Portugal e Espanha estão a preparar juntos uma candidatura revista e melhorada da JUL (Janela Única Logística) à próxima “call” do CEF (Mecanismo Interligar a Europa), prevista para Novembro, adiantou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS o presidente da Associação dos Portos de Portugal (APP).

JUL

Fracassada que foi a primeira candidatura aos fundos comunitários, decidida em Junho passado, a APP e a espanhola Puertos del Estado avançarão agora coligadas, liderando uma candidatura que envolverá as sete administrações portuárias nacionais, a Infraestruturas de Portugal, a CP Carga, associações e empresas nacionais, e ainda a Adif e a Renfe, do lado de lá da fronteira.

A candidatura poderá ser ainda reforçada “com a adesão de mais dois países europeus. Estamos a estudar isso mesmo”, referiu Vítor Caldeirinha.

Não será esta uma Janela Única Logística europeia, mas “será fundamental para a indústria e para o comércio ibérico com o resto do mundo por via marítima” e “estaremos ligados ao que de melhor se está a fazer na Europa”, garantiu o presidente da APP e do Porto de Setúbal.

Candidatura à parte, a APP já tem resultados para mostrar e fá-lo-á na próxima sexta-feira, num workshop em que serão apresentadas as conclusões do projecto ANNA, nacional e europeu.

Por cá, o ANNA foi desenvolvido pelas cinco administrações portuárias do Continente. E permitiu, desde logo, sublinha Vítor Caldeirinha, “desenvolver interfaces da JUP com a Europa, para o Estado português poder responder à Directiva 65 sobre o envio [entre os portos comunitários] de informação sobre os navios e cargas” para facilitação do comércio europeu e o controlo no mercado interno.

A sessão, prevista para a Gare da Rocha de Conde d’Óbidos, servirá também para a apresentação do projecto JUL/Logistic Single Window.

Tags:

Os comentários estão encerrados.