As exportações de derivados de carne ascenderam a 74 milhões de euros no ano passado, menos 28,2% em relação a 2017, indica um estudo da Informa D&B. As importações mantiveram-se nos 175 milhões.

No total, o défice da balança comercial do sector em Portugal agravou-se para 100 milhões de euros em 2018, depois dos 72 milhões de euros registados no ano anterior.

O valor da produção no sector de derivados de carne fixou-se, de acordo com o mesmo estudo da Informa D&B, em 960 milhões de euros no ano passado, o equivalente a uma queda de 1,5% face a 2017. Norte e Centro do país são as regiões com mais empresas do sector.

Por mercados de destino, Angola é o mercado externo mais importante para as empresas portuguesas, com uma quota de cerca de 47% do valor das exportações totais. Segue-se Espanha, com uma quota de 14% nos 11 primeiros meses do ano passado, abaixo dos 26% registados em 2017.

 

Comments are closed.