O Estado arrisca pagar 565 milhões de euros a concessionárias rodoviárias e ferroviárias, para reposição do equilíbrio financeiro ou a título de indemnização . . .

 

*** CONTEÚDO DE ACESSO RESERVADO. FAÇA LOGIN OU TORNE-SE ASSINANTE T&N ***