O Presidente da República promulgou o diploma do Parlamento que revoga a fusão operacional do Metropolitano de Lisboa, da Carris, da Transtejo e da Soflusa, estabelecendo a total autonomia jurídica destas empresas.

carris

O diploma, que revoga dois decretos-lei do anterior Executivo, foi aprovado na Assembleia da República a 9 de Junho, com os votos favoráveis de PS, BE, PCP, PEV, PAN e os votos contra de PSD e CDS-PP.

É assim, revertida, a reestruturação dos transportes públicos de Lisboa empreendida pelo Governo PSD-PP, que se traduziu na nomeação de um conselho de administração comum às diferentes empresas, presidido por Tiago Farias, e na criação da marca Transportes de Lisboa.

Um dia depois de ter vetado a “estatização” da Metro do Porto e STCP, Marcelo Rebelo de Sousa promulgou, sem comentários, o outro diploma com que a maioria parlamentar de Esquerda pretendeu, na prática, reverter as principais decisões do anterior Executivo para as empresas públicas do sector.

Comments are closed.