O ressurgimento da produção mundial de contentores marítimos não está a conseguir satisfazer o incremento da procura. Resultado: os preços sobem e os carregadores devem esperar uma escassez de equipamentos, prevê a Drewry.

No final do ano passado, o valor de substituição da frota mundial de contentores superou pela primeira vez os 90 mil milhões de dólares. Resultado do aumento da frota e também do valor dos equipamentos novos, conclui a Drewry Shipping Consultants no seu estudo anual sobre o mercado mundial de contentores.

O preço de um contentor de 20 pés está actualmente acima dos 3 000 dólares, praticamente o dobro do registado há dois anos, acrescentam os analistas.

A escassez de contentores no mercado persiste porque os dois maiores produtores mundiais, duas empresas chinesas, reduziram drasticamente a sua actividade durante 2009, por causa da crise que afectou o transporte marítimo, e em 2010 foram forçados a trabalhar a metade da sua capacidade máxima por falta de trabalhadores.

Por outro lado, tudo indica que os fabricantes estão a controlar mais de perto os seus níveis de produção, com isso sustentando em alta os preços de mercado, destaca o estudo.

Como se isso não bastasse, também os preços das matérias-primas tradicionalmente utilizadas no fabrico dos contentores mostram uma tendência ascendente de longo prazo.

Em consequência, a Drewry prevê que os problemas de escassez de contentores voltarão a notar-se na próxima época alta, mas que não serão tão agudos como em 2010. Porque então as retoma era muito mais forte, ao passo que agora a procura está muito mais contida.

Comments are closed.