Os prejuízos da Zim Integrated Shipping Services (ZIM) “dispararam” no primeiro trimestre de 2018. A companhia israelita culpa a conjuntura, até porque a receitas e os volumes aumentaram.

A empresa registou um prejuízo líquido de 34,1 milhões de dólares (29,1 milhões de euros) entre Janeiro e Março deste ano, bem mais do que os 6,4 milhões (5,46 milhões de euros) do período homólogo do ano passado.

Pelo contrário, as receitas foram de 751,4 milhões de dólares (641,1 milhões de euros), mais 14,7% do que os 655 milhões (558,8 milhões de euros) registados no mesmo período de 2017.

Também os volumes transportados pela ZIM no primeiro trimestre incrementaram face ao exercício anterior, com os 698 mil TEU de 2018 a ficarem 16,7% acima dos 598 mil TEU do ano passado.

A companhia sediada em Israel justifica o aumento do prejuízo com a deterioração do ambiente de negócios.

“Desde o segundo semestre de 2016 e até ao terceiro trimestre de 2017, os aumentos foram registados nos preços dos fretes, bem como nos preços do bunker. A partir do quarto trimestre de 2017, os preços dos fretes caíram, enquanto os preços do bunker continuaram a aumentar”, refere no relatório relativo ao trimestre encerrado a 31 de Março.

 

 

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.