A Prio investirá 11 milhões de euros, até ao final do próximo ano, no aumento da capacidade instalada no porto de Aveiro, anunciou a empresa de combustíveis.

Prio - Aveiro

Seis milhões de euros serão aplicados na expansão do parque de armazenamento de líquidos (gasolinas, gasóleos e biodiesel) em 20 mil metros cúbicos.

Os restantes cinco milhões destinar-se-ão à expansão do parque de Taras de GPL e à criação de um novo parque de armazenamento de garrafas e a granel em reservatórios, para aumentar a capacidade de armazenamento de GPL.

As obras arrancarão já em Setembro próximo e prolongar-se-á até Dezembro do próximo ano.

“Este é um projecto fundamental para o plano de expansão da Prio e um investimento que consideramos essencial para reforçar o nosso posicionamento no mercado, aumentando a nossa capacidade de operação independente”, justificou, em comunicado, Emanuel Proença, administrador da companhia portuguesa.

A partir da sua base logística no porto de Aveiro, a Prio fornece não apenas a sua rede de mais de 220 postos de abastecimentos mas também, cada vez mais, outros players do sector, movimentando no total cerca de 600 milhões de litros de combustíveis/ano.

A Prio “é, de longe, o maior operador de granéis líquidos do porto de Aveiro e queremos continuar a crescer”, concluiu Emanuel Proença.

Os comentários estão encerrados.