A privatização da TACV ficará concluída durante Agosto corrente, garantiu o ministro caboverdiano das Finanças.

TACV

Citado pela “Inforpress”, Olavo Correia disse que o governo está a mobilizar parcerias e a criar o quadro legal necessário pelo que, “na altura própria apresentaremos ao país uma boa solução.”

A ideia subjacente ao propósito governamental é fazer de Cabo Verde um hub regional para o transporte de carga e de passageiros.

O ministro adiantou estar o governo convicto de que existem riscos que têm de ser geridos, tendo mencionado o caso do endividamento da companhia aérea, que tem um passivo acumulado de cerca de 100 milhões de euros, bem como o pagamento de indemnizações aos trabalhadores.

A TACV deixou de efectuar os voos entre ilhas desde o passado dia 1 de Agosto, tendo esse negócio sido assumindo pela Binter Cabo Verde, a subsidiária cabo-verdiana da companhia aérea Binter, das Ilhas Canárias, na qual o Estado de Cabo Verde passará a deter 49% do capital.

A privatização da TACV abrangerá apenas o negócio internacional.

 

Os comentários estão encerrados.