No mês passado, os fabricantes instalados em Portugal produziram 5 488 veículos comerciais, tornando este o melhor Maio dos últimos dez anos.

Na comparação com o mesmo mês de 2017, o crescimento apurado pela ACAP atingiu os 7%.

Em Maio, produziram-se por cá 5 037 comerciais ligeiros (mais 15,7%) e 451 pesados (menos 41,7%). A PSA de Mangualde aumentou a produção em 23,4% para 4 676 unidades, mas esse ganho foi refreado pela quebra de 21,7% na Mitsubishi do Tramagal, de onde saíram apenas 238 veículos, e pelo recuo de 53,1% da Toyota Caetano para 123.

Pesados fabricados por cá em Maio contaram-se 451 (menos 41,7%). Desses, dois foram autocarros, produzidos na Caetanobus, e os restantes camiões saídos da unidade do Tramagal.

No acumulado dos primeiros cinco meses do ano, a produção nacional atingiu os 23 234 veículos comerciais (mais 7,3% na comparação homóloga), sendo 21 086 ligeiros (mais 13,1%) e 2 2148 pesados (menos 28,9%). É preciso recuar a 2012 para encontrar melhores resultados.

 

Os comentários estão encerrados.