O PS exigiu hoje ao Governo a suspensão imediata das privatizações da CP Carga e da EMEF, alegando que o processo foi conduzido em segredo e não deve concretizar-se a seis meses das eleições.

CP Carga

“O PS não entende esta urgência do Governo, estas privatizações poderão ficar concretizadas nos últimos dias do mandato e até poderão transitar para a próxima legislatura. A recente trapalhada do concurso para a subconcessão da operação das empresas Metro do Porto e STCP, também ele lançado apressadamente e contra parceiros sociais e agentes políticos e económicos, deveria impedir o Governo de incorrer novamente em turbo-privatizações», advogam os socialistas em comunicado.

O Governo aprovou ontem, em Conselho de Ministros, a privatização até 100% da CP Carga e da CP Carga.

O Governo tem já em curso a concessão da operação da  STCP, Metro do Porto, Carris e Metropolitano de Lisboa. Além da privatização da TAP. E admite privatizar ainda mais empresas, como é o caso da Carristur.

Comments are closed.