A PSA Peugeot Citroën anunciou uma ofensiva eléctrica nos furgões. Até 2020, toda a sua gama estará ligada à tomada.

O anúncio foi feito pelo construtor no Salão de Veículos Comerciais de Birmingham, onde o grupo PSA estreou as versões electrificadas Peugeot Boxer Electric e Citroën Jumper Electric.

Os furgões de grandes dimensões serão propostos com dois níveis de autonomia, dependendo da versão: 225 km no ciclo NEDC nas versões de comprimento L1 e L2; e 270 km, no ciclo NEDC nas versões de comprimento L3 e L4.

Após serem produzidos na fábrica Sevel, em Val di Sangro (Itália), os veículos são electrificados e homologados pelo parceiro BD AUTO.

Entretanto, no segmento dos furgões médios, os Peugeot Expert e Traveller, os Citroën Jumpy e SpaceTourer, e os Opel/Vauxhall Vivaro Cargo e Vivaro Life, vão dispor de versões electrificadas em 2020.

No segmento dos pequenos furgões, recorde-se, os Peugeot Partner Tepee Electric (passageiros) e Partner Electric (mercadorias), bem como os Citroën E-Berlingo Multispace (passageiros) e Berlingo Electric (mercadorias) já estão no mercado desde 2008. A nova geração destes veículos Peugeot, Citroën e Opel será lançada, nas suas variantes eléctricas, em 2021.

“Em sintonia com o nosso plano estratégico ‘Push to Pass’, continuamos a electrificar toda a nossa gama. Esta nova oferta é uma grande vantagem competitiva para as nossas marcas num mercado tão competitivo como o dos veículos comerciais ligeiros. Esta é uma oportunidade para reforçar a nossa liderança na Europa, indo ao encontro das necessidades da condução zero-emissões, sem deixar de oferecer os serviços e as soluções de utilização relacionados com as exigências dos nossos clientes profissionais”, indica, citado em comunicado, Philippe Narbeburu, vice-presidente sénior da unidade de negócio de veículos comerciais ligeiros do Groupe PSA.

Preparada para WLTP

O grupo francês anunciou, além disso, dispor dos meios tecnológicos para integrar, a partir de 1 de Setembro, a nova norma Euro 6 WLTP aplicável aos veículos comerciais ligeiros.

“Graças às opções tecnológicas criteriosas que tomou em antecipação às regulamentações (SCR, de Selective Catalytic Reduction, e GPF, de Filtro de partículas gasolina), o Groupe PSA disporá, na sua gama de veículos comerciais ligeiros (veículos base e veículos transformados), de todos os meios para cumprir a nova fase da norma Euro 6 que integra o protocolo WLTP, mais representativo dos consumos de combustível em condições de utilização reais”, refere o comunicado do construtor.

Comments are closed.