Até ao final da década, Singapura aumentará a sua capacidade de movimentação de contentores, dos actuais 35 milhões para cerca dos 50 milhões de TEU.

Para isso, a PSA Singapura propõe-se investir 2,9 mil milhões de dólares na construção das fases dois e três do Pasir Panjing Terminal. Serão mais seis quilómetros de frente de cais, com 15 postos de atracação e fundos de -18 metros.

O novo terminal será será automatizado e terá uma capacidade de movimentação de 15 milhões de TEU/ano.

Actualmente Singapura tem uma capacidade instalada para movimentar 35 milhões de TEU/ano. No ano passado processou 29,4 milhões de TEU.

Enquanto a PSA investe na expansão dos seus terminais, o governo de Singapura projecta deslocalizar a movimentação de contentores para o novo porto de Tuas.

O projecto ainda não tem um timing definido, mas o objectivo é construir em Tuas uma infra-estrutura com capacidade para processar 60 milhões de TEU/ano. O que pressuporá concentrar no local os actuais terminais de contentores de Tanjong Pagar, Keppel, Brani e Pasir Panjang.

A mudança deverá resolver os actuais constrangimentos operacionais dos diferentes terminais, além de libertar os valiosíssimos terrenos hoje ocupados pelos terminais para permitir a expansão urbana da cidade-estado.

Comments are closed.